Lá está ela...

Como todas as pragas, parece que também a pequenita Maddie (ou os pais dela) insiste em nos atormentar ciclicamente: ela são os seis meses, o ano, o ano e meio, os dois anos passados sobre o "rapto"...

Agora, para comemorar os dois anos do rapto, surgiu um novo retrato-robô, com uma personagem saída da banda desenhada que dá ares do Goebbels acabado de sair da cama e com um ataque de bexigas.

Entretanto, dizem as más línguas que, desde que o casal McCann reincidiu na presença no programa da ex-gorda Oprah, o fundo para descobrir a miúda (e que já estava depauperado) ficou bastante mais aconchegado. Isto é bom, convenhamos. A única coisa má no assunto é que parte do dinheiro servirá, de certeza, para fazer cartazes com a cara da pequena e voltar a poluir as ruas do Algarve.

(O que será preciso para ir ao programa da Oprah? Davam-me jeito uns tostões já que ninguém carrega nos anúncios do AdSense...)

Quanto à raptada/morta/eclipsada/fugida e mais não sei quê Maddie McCann, só me apetece dizer:

"Ó Maddie, vê lá se desapareces!..."

1 comentário:

Pedro Monteiro disse...

Concordo inteiramente. E ainda por cima é mais um caso em que a culpa morre solteira e as consciências esquecem rápido. Se até o Ronaldo andou com ela na camisola...