Burros sem espelho

Uma dupla nacional (Tiago Barros e Jorge Pereira), em resposta a um concurso apelando a ideias para uma ponte para ciclistas em Lisboa, optou por uma abordagem divertida que consistia na recusa da premissa (uma ponte) e na criação de uma alternativa em que seriam os carros a passar por cima da ciclovia. Como? Simples: literalmente saltando.



A coisa (veja aqui) é tão disparatada mas, ao mesmo tempo, tão elaborada que se enquadra perfeitamente naquilo a que os americanos chamaram um "hoax" - informação fictícia mas aparentemente credível. E os próprios patrocinadores do evento (a Galp e a ExperimentaDesign) reconheceram-lhe valor enquanto tal.


O "projeto" anda por aí, pela internet e fui dar de caras com ele no site brasileiro Jalopnik onde, para espanto de qualquer pessoa inteligente, a maior parte dos comentadores à notícia (ver aqui) não só acreditaram que se tratava de um plano real como aproveitaram para chamar aos Portugueses... burros.

Prato nacional brasileiro? Palha com feijão...

Agora, digam lá se, às vezes, não apetece pensar que fomos enganados com aquela coisa do tratado de Tordesilhas?...

Sem comentários: