O país de joelhos

Se o país está de joelhos, então, é caso para perguntar: fazemos um minete à Merkel ou uma mamada ao gajo do FMI?

Sem comentários: