O blog Fugas colocou os seus leitores em contacto com a companhia irlandesa Ryanair permitindo-lhes fazer perguntas a esta. De todas as respostas que li no Fugas destaco uma, pelo alegre (e saudável) descaramento:


«A minha pergunta é a seguinte. Será do interesse da Ryanair sair um pouco do negócio das low cost e adquirir a TAP, agora que esta vai ser privatizada? Poderá caber nos seus planos a médio prazo?
[Henrique Figueiredo]

DC: Viva Henrique! Não temos nenhum interesse em gastar dinheiro em companhias áreas que perdem quase tantas malas como a antiga Alitalia e cujos passageiros estão sujeitos a greves várias vezes por ano. Continuaremos a crescer organicamente por apresentar as tarifas mais baixas e ganhar os passageiros das companhias de tarifas altas, abaladas por greves frequentes.


Embrulhem!

Sem comentários: