O dia dos carneiros

As máscaras do Dia das Bruxas não me assustam. O que me arrepia é ouvir no telejornal que esta "tradição" está a ser impulsionada pelas escolas. Ou seja, o sistema educativo, que devia ter como obrigação preservar e fortalecer a NOSSA cultura, dedica-se a importar e a instalar na cabeça das criancinhas a cultura AMERICANA, para gáudio da borregada dos pais e dos comerciantes que até palmas bateriam se se "implementasse" um dia do vender a mãe.

E, depois, há aquelas alminhas que tentam justificar o impingir da coisa com a sua origem celta (a nossa cultura é essencialmente latina) e com a existência de uma qualquer tradição exótica numa aldeia perdida atrás dos calhaus, como se fosse isso que estivesse na origem de mais esta palhaçada comercial.

Repare-se que eu não tenho nada contra a data e muito menos contra o seu imaginário (que me agrada bastante). Aquilo que me enerva é a BORREGADA, a ausência de espírito crítico, a puta da globalização cultural que nos quer por todos a fazer o mesmo (i.e., como os Americanos fazem). É isso que me põe a ferver. E pensar que são as escolas a incentivar isto tudo...

Criem o Dia dos Carneiros: a tugalhada adere logo!
(...) procuro fazer aquilo que sei fazer melhor: perder peso. (...)

Concorrente do "Peso Pesado"

Rosa Veloso e a ETA

A correspondente da RTP em Madrid passou-se da cabeça ao falar do comunicado da ETA anunciando o fim das suas operações. Quando o locutor da RTP fala em grupo separatista, Rosa Veloso insiste n vezes em "grupo terrorista", refere que o comunicado da organização usa "palavras gastas e muito usadas" (isto é jornalismo?) e, já em velocidade de cruzeiro, anuncia que a ETA causou "oitocentas mil mortes" !!!

Isto é uma correspondente ou uma assalariada da embaixada de Espanha?

A ETA faz atentados terroristas, mas a Rosa Veloso é um atentado à inteligência!

A "implementação" da República

Acabei de ler, num daqueles panfletos de programação cultural à disposição nos cinemas, a seguinte expressão:

"Cinco de Outubro, data da Implementação da República"

Já não nos bastava esta estupidez da implementação (expressão inglesa) substituindo todas as palavras e mais algumas, agora, também acabou com a "Implantação da República"...

Depois, eles andam é preocupados com o Acordo Ortográfico...

A nova sede da Judiciária

Onde antes estava isto...


vai passar a estar isto...


Segundo a Agenda Cultural de Lisboa, 

"(...) Houve a preocupação de criar uma fachada principal que se integrasse na zona envolvente [...] de modo a minimizar o impacto da sua presença (...)"

Estão a gozar connosco, certo?

Ai o Acordo...


"Teaser com 4 previews de temas do álbum Com Todo o Respeito.
Link para compra (...)"


E, depois, embirram com o Acordo Ortográfico...